Instrutor

claudio-mardegan

Claudio Mardegan

CEO da Engepower / Membro Sênior IEEE


Público alvo

Engenheiros e Técnicos que atuam em projeto, consultoria, manutenção e operação de sistemas elétricos.

Objetivos

 

Fornecer aos participantes importantes conhecimentos sobre práticas e cálculos de faltas (curto-circuito) trifásicas, bifásicas, fase-terra, e por arco. Entender os fundamentos de TC’S, TP’S, Bobinas de Rogowski e dos principais dispositivos de proteção; proteção de cabos, capacitores, barramentos, transformadores, geradores, motores. Aprender como coordenar e tornar seletivos disjuntores, fusíveis, relés de proteção, etc; seletividade amperimétrica, cronológica e lógica.

Valores para investimento

Carga horária de 45 horas
(3 dias e meio parte teórica + 1 dia e ½ parte prática com o software) 5 dias

Nesta modalidade o participante tem a opção de um dia adicional para as simulações no Software.

À vista = R$ 4.050,00
(O valor à vista deve ser pago até 5 dias antes a data de inicio do curso)

Parcelado = R$ 4.300,00 (4x R$ 1.075,00)
Boleto Bancário; (1° parcela com vencimento 7 dias a data de inscrição, as demais 30/60/90)

Faturado = R$ 4.300,00 Faturamento pessoa jurídica, após o treinamento; (para até 30 dias)

 

Infomações sobre o investimento

Estão inclusos no investimento:
• Certificado de Participação;
• Material didático;
• Coffee break;

Desistência ou Cancelamentos de Inscrições
* Desistência ou cancelamento só poderá ocorrer com até 7 dias úteis à data de início do curso.
* Serão automaticamente transferidos para uma nova data.
* ENGEPOWER se reserva o direito de adiar ou cancelar o curso caso não haja quorum mínimo de participantes.

 

Conteúdo Programático

Capítulo 1 – Conceitos Básicos

Cálculos em por unidade
Componentes simétricas
Tipos de sistemas de aterramento
Circuitos resisitivos, indutivos e capacitivos e suas respectivas formas de onda Conversão ∆Y e Y∆ Equivalente de Thevenin

Capítulo 2 – Levantamento de Dados

Equivalente da rede (potências, correntes e impedâncias)
Dados dos equipamentos
Topologia do sistema
Configurações e condições operacionais

Capítulo 3 – Estudos de Curto-circuito

Corrente do curto-circuito
Natureza da corrente do curto-circuito
Simetria da corrente de curto-circuito
Fontes de curto-circuito
Períodos da corrente de curto circuito (subtransitório, transitório, permanente)
Curto-circuito trifásico, fase-terra, bifásico, bifásico com contato à terra e por arco.
Tipos de faltas mais comuns
Circuitos de sequência
Impedâncias de sequência
Particularidades
Resumo de cálculos de faltas

Estudo de curto-circuito para a verificação da adequabilidade de equipamentos:
*esforços provocados pelas correntes de curto-circuito
*curto-circuito conforme norma iec 60909 (62)
*curto-circuito conforme norma ansi c37.010 (28) / 13 (51)
*comparação entre as normas ansi e iec
Metodologia da norma ansi c37.13 para a baixa tensão
Limitação de corrente de curto circuito
Exemplos Práticos

Capítulo 4 – TCS, TPS e Bobinas de Rogowski

TCS
Normas e Guias
Definição
Terminologia
Dados Para Especificação Do Tc
Forma De Conectar No Circuito
Circuito Equivalente
Polaridade
Segurança
Exatidão De Tcs Para Fins De Proteção
Saturação [55], [56]
Tcs Auxiliares [55]
Coordenação Com Os Relés
Tcs Instalados Junto A Banco De Capacitores shunt
Modelagem Matemática De Tcs Em Transitórios
O Efeito Da Saturação Do Tc Em Relés Digitais
TPS
Normas
Definição
Dados Para Especificação De Um Tp Indutivo
Classe De Exatidão
Carga nominal
Potência Térmica Nominal
Grupo De Ligação
Fatores De Sobretensão
Suportabilidade Ao Curto-Circuito
Formas De Conectar No Circuito
Modelagem Matemática De Tps Em Transitórios
Bobinas de Rogowski
Definição
Principio de Operação
História
Principais Vantagens
Exatidão e Fator de calibração
Correntes
Classe de Precisão
Principais Fabricantes
Aplicações3.10Sensores de Corrente e de Tensão (80)

Capítulo 5 – Dispositivos de Proteção

Terminologia
Tipos de dispositivos de proteção mais comuns
Relés
Fusíveis
Elos
Disjuntores
IEDS

Capítulo 6 – Serviços Auxiliares

Objetivo
Características das grandezas elétricas durante um curto
Alimentação das cargas essenciais
No-Break Dc X No-Break Ac

Capítulo 7 – Proteção de Terra

Normas e guias
Origem das faltas à terra
Características básicas da proteção de terra
Valor das correntes à terra
Nec – seção 230-95
Comparação da energia (i²t) dissipada durante uma falta à terra para vários tipos de aterramento.
Proteções específicas para arco
Danos devidos à faltas por arco
Alguns casos práticos

Capítulo 8 – Proteção de Motores

Normas e guias
Pontos a serem observados
Motores de baixa tensão
Motores de média tensão

Capítulo 9 – Proteção de Transformadores

Normas e guias
Pontos a serem observados
Proteção secundária de fase
Proteção primária de fase
Proteção secundária de terra
Proteção primária de terra
Resumo da proteção de sobrecorrente
Proteção diferencial
Exemplos de ajustes

 

Capítulo 10 – Proteção de Geradores

Normas e guias
Proteção típicas
Função 46 (desequilíbrio / sequência negativa)
Função 51v (sobrecorrente com restrição de tensão)
Função 40 (perda de campo)
Função 32 – anti-motorização
Função 81 – relé de frequência
Função 24 (volts / hertz) – sobre-excitação
Função 59gn – proteção de terra
Função 49s – proteção de sobrecarga
Função 60 – supervisão de queima de fusíveis
Recomendação da ansi c37.102

Capítulo 11 – Proteção de Cabos

Critérios
Proteção contra sobrecargas
Proteção contra curto-circuito e curvas térmicas de curta duração (curva de dano do cabo)
Coordenação
UO / U de Cabos

Capítulo 12 – Proteção de Banco de Capacitores Shunt

Introdução
Normas e guias
Tipos de conexão de bancos
Principais proteções de um banco de capacitores
Cálculo da corrente INRUSH
Pontos a serem protegidos
Bancos em dupla-estrela

Capítulo 13 – Proteção de Barramentos

Introdução
Relé de Sobrecorrente Instantâneo (Função 50)
Relé de Sobrecorrente Temporizado (Função 51)
Relé Diferencial de Barra (Função 87B)
Relés de Proteção de Arco

Capítulo 14 – Proteção de Conversores a Semi-Condutores

Generalidades
Normas
Iec Duty Classes
Ieee Duty Classes
Proteção Dos Conversores
Proteção Do conjunto

Capítulo 15 – A Seletividade

Objetivos
A folha da seletividade
Seletividade Amperimétrica
Seletividade Cronológica
Seletividade Lógica
Seletividade Convencional
Escolha da característica dos relés
Intervalos de coordenação
Conceito de maior saída
Onde aplicar os intervalos de coordenação?
Problemas de seletividade em função tempos de reset
Onde assumir compromissos de seletividade
Onde utilizar outros grupos de ajustes

Capítulo 16 – Bibliografia

Capítulo 17 – Exemplos Práticos

Nota: Último dia o participante receberá uma versão demo do software, para simulações realizadas em sala de aula. Por isso o ideal é que o participante leve notebook.

Para dúvidas e esclarecimentos
Viviane Pinatti Fone: (11) 3579-8768
E-mail: treinamentos@engepower.com

Inscreva-se